Hit enter after type your search item
VirVida

Tudo sobre cartao de credito e finanças

Blog Triplo-I | Invista em tecnologia — porém nunca se esqueça de investir em pessoas

/
/


UMA perquisição moderno dos subscritores de seguros descobriram que 40% de seu período é cotiado em “tarefas que nunca são essenciais” para a petição. As três principais razões que eles citaram são:

  • Entradas/processos manuais redundantes;
  • Sistemas desatualizados/inflexíveis; e
  • Carência de comunicação/estudo no matéria de pobreza.

A perquisição – realizada por Os Institutos e Accenture – igualmente descobriram que os processos e ferramentas de capacidade de petição estão em seu matéria mais reles a partir de que a perquisição foi realizada pela primeira turno em 2008. Exclusivamente 46% dos 434 subscritores que responderam disseram crer que suas práticas de petição de risco de vanguarda são “superiores” – o que representa uma abisso de 17% em rol ao 2013.

“Embora os subscritores acreditem que as mudanças na tecnologia melhoraram o desempenho da petição, 64% disseram que sua trouxa de lida aumentou ou nunca mudou com os investimentos em tecnologia”, Christopher McDaniel, presidente dos Institutos Bando RiskStream, disse aos participantes do Triple-I’s Fórum Bloco da Indústria.

As descobertas da perquisição com rol ao engenho podem arremessar alguma cintilação a respeito de isso. O algarismo de organizações consideradas uma vez que tendo capacidades “superiores” de gerenciamento de talentos para petição caiu 50% a partir de 2013 em quase todas as medidas de desempenho avaliadas.

“O planejamento de treno, recrutamento e retenção teve algumas das ascendentes quedas, mormente para linhas pessoais”, disse McDaniel. Murado de uno aposento dos subscritores de linhas pessoais disseram testemunhar os programas de governo de talentos de suas empresas uma vez que deficientes. Essa imposto subiu para 41% para retenção de talentos; 37% para planejamento sucessório; 33 por cento para em constituição; e 30 por cento para o recrutamento

“Embora o investimento em tecnologia possa haver melhorado o desempenho de petição” em termos de crítica de traço, cotação e venda, McDaniel disse que essas melhorias “parecem haver sucedido às custas de treno e retenção de talentos de petição”, disse McDaniel.

Mesmo antes da pandemia e “a largo desistência”, o agarrado enfrentou falha de talentos. Parcela do repto tem sido achar substitutos para uma virilidade de lida que se aposenta apressadamente, já que o época média dos funcionários da seguradora é maior do que em outros setores financeiros.

UMA McKinsey Uno análise que avaliou o impacto potencial da automação em funções uma vez que petição, atuarial, sinistros, finanças e operações em empresas americanas e europeias descobriu que, à bitola que a petição se torna mais técnica por natura, igualmente exigirá mais habilidades sociais e elasticidade. Os entrevistados da perquisição da McKinsey disseram que os processos orientados por automação e estudo produzirão uma maior pobreza de “habilidades sociais” para modelar e decifrar resultados quantitativos. A adaptabilidade igualmente se tornará mais forçoso para que os subscritores permaneçam responsivos aos riscos em modificação e aprendam novas técnicas à bitola que a tecnologia muda.

“Os subscritores nunca se tornarão programadores”, disse o relatório da McKinsey, “porém trabalharão extensivamente com colegas em funções digitais e focadas em dados mais recentes para desenvolver e gerenciar soluções de petição”.



Source link

Deixe um Comentário

This div height required for enabling the sticky sidebar