Como aprender a investir: 3 lições que mudaram minha vida


Nunca há tanto conteúdo sobre educação financeira nossa provisão, não é mesmo? Como aprender a investirno entanto, não é exatamente um aprendizado que depende tanto dessa informação sobre finanças pessoais e investimentos.

Não se trata de uma crítica ao excesso de conteúdo, mas ao fato de que nós atribuímos a ele muito mais responsabilidade do que deveríamos. Conteúdo e informação semper serão importantes, mas as escolhas seguirão sendo indivíduos.

O que eu escuto com frequência é que “agora guardar dinheiro ficou muito mais fácil e posso aprender a investir quando quiser”. A resolução de controle de educação somada ao cada vez maior de lista financeira nos coloca como alguém capaz de resolver a situação em qualquer momento. A realidade? Bem, você sabe que não é assim.

Como aprender a investir: 3 lições que minha vida

Interpretar e transformar o conteúdo que temos contato na prática não é simples e depende tanto da atitude, do interesse quanto da capacidade e da formação. Eu sei que ainda temos um caminho longo para percorrer neste sentido, então para não ficar divagando sobre isso, melhor falar do que eu consegui fazer e testar.

Em 2020, completarei 20 anos investindo no mercado financeiro. Sinto-me muito como uma frase famosa de Nassim Taleb: “São 5 anos aprendendo a ganhar dinheiro e 15 atualizando a não perder”. Permita-me compartilhar (porém profundas) que algumas lições a minha vida simples.

Liçao 1: Mais prática que espera

Vivemos tempos cada vez mais interessantes, mas carregados de apelos de todos os lados. A possibilidade de se conectar ao mesmo tempo nos deixa mais fáceis ao mesmo tempo; e acompanhe suas vidas de maneira instantânea eleva nossas expectativas.

O “guru que você precisa” está em poucos cliques do mouse ou rolar dos dedos no celular. A mensagem que fala “exatamente o que você precisa ouvir” pode ser facilmente encontrada nas redes sociais.

Sem perceber, você passa mais tempo preocupado com o que você não tem (e não faz) do que com o que você já conseguiu (e fez). Analisando o mundo financeiro, temos passado muito tempo consumindo conteúdo sobre como aprender a investir, mas sem começar a guardar de fato.

“Comece com o que você tem agora”. Eu ouvi isso cedo e, para minha felicidade, tentei seguir o conselho. Comprei de empresas no mercado dicionário, entrei e sai de diferentes fundos de investimento e oportunidade de uma previdência complementar na primeira anos, ainda com 20 ações.

Não se engane ou pense que isso faz de mim alguém diferente. Não se trata de virtude, mas escolhas. As quantidades guardadas eram modestas e o foco era mesmo tentando fazer algum investimento (e aprender) do que esperar que alguma coisa mudasse por simples capricho.

Com o hábito, mais fácil investir, mas não ficou desafiador lidar com a realidade de investimentos. Mudança de cenários, escolha das empresas, carteira de investimentos, como diversificar, abrir ou não negócio próprio, risco, tudo isso é relevante. Mas quando você já começou, a motivação é diferente.

Leia tambem: Obsolescência Programada: só o que é novo é bom? Cuidado

Lição 2: Mais networking que leitura

A leitura segue uma trajetória semelhante à expectativa, tendo aspectos positivos muito interessantes e efeitos benéficos. O ponto e não se deixar levar pela cada vez mais presente simplificação de conceitoscomo se esses resultados incríveis fossem apenas uma questão de “guir uma receita”.

Como aprender a investir é uma parte essencial de uma jornada que deve acompanhá-lo para o resto de sua vida. Como a biografia de grandes investidores mostra claramente, mas algumas obras se tornarão com certeza uma delas que fazem parecer nova e atualizadas.

Se fosse tão fácil repetir como alguém de livros de investimentos, por que lições trabalharia no mercado financeiro, por exemplo? Ou em qualquer outra coisa? A retórica polêmica muitas perguntas serve para provocar-lo a pensar mais em relacionamentos que lições – e isso inclui ler esse próprio texto com cuidado.

Leia bastante, isso é importante, mas conheça pessoas capazes de compartilhar histórias sobre escolhas, consequências e aprendizados em finanças pessoais e investimentos.

Encontros e networking neste sentido oferecem uma visão mais prática e menos “glamourizada” sobre como as coisas realmente acontecem na vida real. Uma pessoa sincera sempre contará a verdade sobre sua história, mas isso nem sempre estará nos livros sobre ela (ou que ela escreveria). Porque? Porque ninguem iria querer comprá-los.

Imagine uma livraria com títulos como “Fique rico em 20 anos (ou mais): isso se você fizer as coisas direito” ou “Você não vai ganhar dinheiro investindo, mas trabalhando muito” e por ai vai. Pois e, as vendas seriam um desastre. Em um café, você pode falar sobre tudo isso. Nas suas leituras, não será tão fácil achar capítulos honestos assim.

Lição 3: Mais interpretação que redes socialis

Se por um lado a leitura deve ser feita de mais cuidadosa, ela precisa ser frequente e cada vez mais incentivada. Livros perfeitos, repletos de boas sugestões, histórias e ideias – e até mesmo como ideias têm consequências, como temos aprendido com a realidade atual do Brasil e do mundo.

Eu disse que pode ser um pouco mais difícil do que você pensa encontrar, em um livro, várias dicas realmente práticas sobre como aprender a investir. Achá-las nas redes sociais e ainda mais complicado, por mais paradoxal que isso possa parecer.

O mundo totalmente conectado permite que os amigos sejam a voz de amigos através de vídeos no Youtube ou postagens em seus perfis. Compartilhar o que você tem feito foi feito e que os resultados nunca terminaram, como foi tão fácil. Verdade. Mas mentir também nunca deu resultados tão interessantes.

popularidade. Alcance. autoride. Convites para eventos. Publicidade. Reconhecimento público. Um conteúdo duvidoso (ou mesmo impreciso, errado) pode alcançar e impactar milhões de pessoas em pouco tempo. Comente mais sobre isso nos conselhos de educação financeira que recebi.

O efeito viral viralizou nos investimentos que podem ter uma história de sucesso, uma história de sucesso. De forma real e duradoura. Você deve ser mais cuidadoso com o conteúdo que consome, o que significa aprender a interpretá-lo e validá-lo antes de simplesmente tentar replicá-lo.

Conclusão

O principal convite deste texto é direto e objetivo: viva o mais próximo da realidade possível. Isso não significa que você pode sonhar ou querer crescer na vida, o que quer que isso signifique para você, mas saber que o caminho requer escolhas, trabalho, bons relacionamentos e responsabilidade, não sexual e ressentimento.

Foto: Pexels.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EnglishPortugueseSpanish