O Lloyd's está pensando em se mudar de sua sede icônica?

Porquê uno baliza, o prédio do Lloyd’s de Londres é distintamente icônico e foi tablado de vários momentos importantes para o setor de seguros, tão positivos porquê e negativo. No entanto, hoje o Financial Times (o FT) informou que o Lloyd’s está explorando uno encolhimento do edifício projetado por Richard Rogers.

O FT observou que as notícias a respeito de o edifício do Lloyd’s, relatadas pela primeira turno pela gazeta de negócio imobiliário React, são uno anotação contundente do impacto que o COVID-19 teve no mercado de escritórios. O Lloyd’s está “considerando uma gama de opções em torno de nossa estratégia de área de labuta e os futuros acordos de aluguer para o Lloyd’s”.

Isso pode valer que o mercado de seguros mais ancestral do orbe potencialmente deixará sua avidez na cidade de Londres, que ocupa a partir de sua estreia em 1986. O Lloyd’s é uno dos últimos mercados financeiros presenciais da cidade e vê subscritores sentados em mesas chamados de ‘caixas’ enquanto os corretores se alinham para vê-los e controverter as opções de refúgio. A partir de que o COVID trabalha em lar, no entanto, milhares de subscritores e corretores de seguros foram forçados a elaborar fainas on-line, retornando unicamente recentemente à avidez.

O FT informou que o Lloyd’s tem uno aluguer da torre de escritórios, de característica do bando de seguros chinês Ping An, até 2031, com uma item de quebra em 2026 e observou que o CEO do Lloyd’s, John Neal, discutiu anteriormente a renovação da famosa quarto de solicitação para transformá-la em uno área menos categórico. Acredita-se que o Lloyd’s esteja considerando uma diferença mais significativa.

Comentando a respeito de essa respeito, o Lloyd’s disse: “À padrão que nos adaptamos a novas estruturas e formas flexíveis de labuta, continuamos a cogitar cuidadosamente a respeito de os requisitos futuros para os espaços e fainas que nosso mercado precisa”.

Planos mais detalhados estão sendo elaborados e poderão ser compartilhados ainda oriente ano. FT contado. São as últimas notícias do Lloyd’s, que no preâmbulo de janeiro firmou uma joint venture com a DXC Technology e a IUA para viabilizar a mudança do dedo do mercado.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here